Contornos - Educação e Pesquisa: Libre Office: alternativa gratuita ao Microsoft Office

terça-feira, 10 de maio de 2011

Libre Office: alternativa gratuita ao Microsoft Office

Desde que comprei o meu primeiro computador, abandonei o Microsoft Office. Não só por questões ideológicas, mas também por ser pouco intuitivo e, na época, inventarem extensões para os arquivos que eram incompatíveis com a própria plataforma MS Office de anos anteriores. Essa foi a gota d'água para que eu fosse buscar uma alternativa pudesse satisfazer as minhas necessidades, que são as de alguém que trabalha massivamente com editores de textos e planilhas.

Foi nessa busca que conheci o BrOffice, que recentemente passou a se chamar Libre Office. Trata-se de um pacote de aplicativos totalmente gratuito e com o código aberto, ou seja, você mesmo pode mexer nas configurações-base do aplicativo, caso entenda de programação. Para o uso pessoal, não é necessário o conhecimento profundo do produto, o que se sabe dos aplicativos do MS Office é perfeitamente adaptável ao Libre Office (com pequenas diferenças, a maioria para melhor). O download e o uso do pacote pode ser feito tanto para fins pessoais quanto profissionais, inclusive em empresas e órgãos governamentais (clique aqui para ler o texto de licença do produto).



A suíte de aplicações possui o editor de textos - Writer, de planilhas - Calc, de apresentações - Impress, de desenho - Draw e de banco de dados - Base. Desde 2008 utilizo somente estes aplicativos em meu trabalho com formatação de textos e imagens. 

Frequentemente ouço que esse tipo de aplicativo salva o arquivo em um formato que outros editores não conseguem ler. É mito! Um documento de texto produzido no Writer (equivalente ao Word) pode ser salvo nos mais diversos formatos, inclusive em pdf, o que facilita muito na hora de repassar por email, por exemplo.

Pretendo começar a escrever sobre ferramentas dos editores desse pacote, como montar o sumário de um trabalho, como inserir números de páginas, por exemplo. Por enquanto, a dica é: baixe, teste, avalie... vale a pena! ;)

Para baixar, viste a página do Libre Office: http://www.libreoffice.org.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário