Contornos - Educação e Pesquisa: Formatação de tabelas e quadros

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Formatação de tabelas e quadros

Quais as semelhanças e diferenças entre tabelas e quadros? Qual a utilidade de cada um? Como são formatados? Essas são dúvidas muito comuns e importantes, pois podem comprometer o trabalho.

As tabelas e quadros são elementos importantes em um trabalho pois ilustram os dados de uma forma melhor visualizável que o corpo do texto. Às vezes, relatar os dados ao longo do texto torna-se muito enfadonho e pouco entendível para o leitor, sendo mais adequado o uso de uma tabela ou um quadro para facilitar a leitura dos dados de sua pesquisa.

As tabelas são utilizadas quando os dados a serem demonstrados são numéricos/estatísticos, enquanto os quadros são predominantemente constituídos de dados em forma de texto.

Tanto as tabelas quanto os quadros possuem título e fonte. O título é a identificação do objeto e a fonte indica a referência de onde o elemento foi retirado (no caso de não ter sido elaborado pelo autor do trabalho).

O IBGE define que a formatação das tabelas deve seguir os seguintes parâmetros:

- Centralizada na página;
- Fonte tamanho 10pt (mínimo) a 12pt (máximo);
- Caso a tabela não caiba em uma só página, pode ser dividida, repetindo o cabeçalho;
- Título em negrito e centralizado, acima da tabela;
- Fonte abaixo da tabela, margem alinhada à esquerda (tamanho 10pt)
- Não utiliza-se bordas laterais, apenas acima e abaixo do cabeçalho e abaixo da última linha da tabela, conforme a figura abaixo:

 Fonte: IBGE

Já os quadros, seguem a mesma formatação das tabelas, porém com uma diferença: há bordas nas laterais. O tamanho e alinhamento da letra, além da posição do título e da fonte (referência) são os mesmos da tabela. ;)


Nenhum comentário:

Postar um comentário